<body>

Mamãe e Papai

O nome da mamãe é Maria Eunice,
casada há quinze anos com o papai Maurício,
sempre foram muito felizes,
porém, para que sua felicidade fosse completa,
faltava um filho,
e então eles receberam um presente: eu!

Contato

Retrospectiva

Tabelinha de Desenvolvimento
Idade
Peso (g)
Altura (cm)
Ao nascer
3.200
50
10 dias
3.450
50
1 mês
4.355
54
2 meses
5.590
59
3 meses
6.550
51
4 meses
7.230
64
5 meses
7.750
66
6 meses
8.350
69
7 meses
8.800
71
8 meses
9.300
72
9 meses
10.00
74
10 meses
10.550
75
11 meses
11.00
76
12 meses
11.750
77,5
13 meses
12.00
78,5
14 meses
12.250
79,5

Selinho

Descanse o mouse sobre o código acima e copie
( ctrl + c ), abra a área que deseja colocar o Link e cole ( ctrl + v).

Selinhos de Amigos
Image hosting by Photobucket

***Bela Gabriela***

Fada Bella

Samuca Sapeca

Nosso Bebê

Links de Amiguinhos

Soltando o Som
Música: Você
Intérprete Maurício Manieri

Se preferir navegar sem som...
clique no "STOP"

Olha a Hora!

Que dia é hoje?




Layout Antigo
Layout Antigo
Clique para melhor visualização.

Visitas

Postagens Recentes
  • DOIS ANOS DE FELICIDADE!!!!!

  • Boas festas!!!!!

  • Saudade, saudade!!!!

  • Saudade, saudade!!!!

  • Atchim!!!!

  • OI!!!!!!!!!Quanto tempo sem vir ao nosso cantinho!...

  • " Olha a chuva..."

  • 16º Mesversário do Octávio

  • Feliz da vida!!!!!!!!!!!!!!!!

  • 15º Mesversário do Octávio

  • Arquivos
  • Maio 2006
  • Junho 2006
  • Julho 2006
  • Agosto 2006
  • Setembro 2006
  • Outubro 2006
  • Novembro 2006
  • Dezembro 2006
  • Janeiro 2007
  • Fevereiro 2007
  • Março 2007
  • Abril 2007
  • Maio 2007
  • Junho 2007
  • Julho 2007
  • Agosto 2007
  • Outubro 2007
  • Novembro 2007
  • Dezembro 2007
  • Janeiro 2008
  • Créditos

    Comentários - Haloscan

    Host Images - Photobucket

    Host Blog - Blogger

    Lilypie 1st Birthday Ticker
    31.5.06
    ~ Delícia da mamãe ~


    Que delícia da mamãe. O Octávio está super gostoso: ri, grita, faz festa quando vê o papai, os bichinhos, adora músicas e na língua dele canta junto, não posso esquecer do computador, pois ele adora!!! Ontem bateu um papo com o Gui da Kátia bombom, diálogo interessante dos dois. Como ele dorme demais, quando acorda tem energia para fazer muita baguncinha.
    Falando em dormir demais... Ele foi um presente até nesse sentido... desde de que chegou foi um bebê tranqüilo e dormiu bem.
    No primeiro mês só chorava para tomar banho ou se a mamadeira atrasasse.
    Parecia um relógio, mamava de três em três horas pontualmente. Depois de um mês passou a adorar o banho e passou a acordar apenas uma vez à noite, neste período foi dormir em seu quartinho. Com dois meses passou a dormir a noite toda.


    11:31 AM |

    30.5.06
    ~ Volta ao trabalho ~


    Aí, aí, aí.... Semana que vem volto ao trabalho (05/06). Mas ontem já tive uma amostra do que vai ser. Sou professora e me pediram para ir ontem à noite dar umas aulas, porque não tinham professores. Deixei o Octávio com minha mãe e minha irmã. Vamos a casa deles quase todos os dias, geralmente passamos o domingo lá... mas ele não ficou... olhava para tudo e só chorava... o papai chegou do trabalho e buscou... foi só choro, nem aceitou seu leitinho... dormiu com fominha de tanto chorar. Que aperto no coração!!! Depois que cheguei, parecia que nada tinha acontecido, riu e brincou... mamou... tudo numa boa. Que dengo!!!! Ainda bem que as férias vão chegar logo!!
    Continuando nossa história- parte V (eita história comprida)
    Que delicia chegar em casa com toda aquela festa!!!! Todos doidinhos para conhecer pessoalmente o pequenino!!! Uma amiga chorou muito, disse que já viu seus irmãos chegarem com os filhos da maternidade e que nós estávamos iguaizinhos. Beijos tia Lúcia, adoramos os cartazes!!!! Queremos uma fotozinha sua para postar.
    Uma de minhas irmãs passou aquela noite em casa, para ajudar. O gostosinho acordou duas vezes para mamar!!!
    Olha aí as tias corujas: Cássia, Anelisa e Ana Paula (da direita par à esquerda).

    Vovô José Augusto e vovó Lucinha estão babando, ainda mais que ele é Octávio, porque ela ajudou escolher e Augusto que é nome da família do vovô.


    Ah!!! Não podemos esquecer da vovó Neuza, titia Maiara, e os padrinhos: Paulo, Mara e seu filhinho Gabriel.


    11:21 AM |

    29.5.06
    ~ Meu presente de Deus ~

    OI, amigos!!!
    O Octávio passou pelo pediatra para fazer seu "check-up" mensal na última sexta. Graças a Deus está tudo bem. Peso ótimo, crescimento excelente, tudo beleza. ele não gosta muito de algumas frutinhas, o médico mandou fazer vitaminas, aí ele adorou.

    Continuando nossa história - parte IV

    eu e meus amigos estávamos no hospital esperando chegar o Octávio ao berçario. ( a bio dele disse que eu podia escolher seu nome). Parece que foi uma eternidade sua chegada... o tempo não passava... um senhor que esperava pela esposa nos disse... o beb~e que vocês esperam chegou...
    Como são os planos de Deus... esperei tanto meu filho e agora ele estava lá... eu ia ver seu rostinho, meu coração parecia que ia explodir. Eu não conseguia expressar nenhuma reação, parecia que estava em transe, agora sei a reação de quem vai infartar...
    Pelo vidro espesso do berçario vi meu filho pela primeira vez... tudo começou... a girar... parecia um sonho... e eu parecendo um zumbi..., nem choro, nem riso,...
    Ele chorava... a enfermeira cuidando dele: aspirando, limpando, enrolando... e eu esqueci que tinha que fotografar... meu Deus!!!
    Como tudo estava preparado para que eu recebesse meu presente, a enfermeira o colocou em meus braços!!!! Que emoção indescritível!!!! Meu filho tinha chegado!!!!
    Ele chorava... estava com frio... que delícia de bebê. Era a coisinha mais fofa do mundo. Ligamos para o papai... que estava para ter um peripaque... o Eduardo disse: - é a sua cara Mau!!! Ele respondeu: - Não acredito!!!
    De fato não estávamos acreditando mesmo. A menos de uma semana havíamos passado por uma grande decpção depois de uma cena parecida.
    A bio foi para o quarto, falei com ela... aí as coisas começaram a mudar...
    A enfermeira padrão me deu todos os papéis para registrar o Octávio. Imagine meu espanto:- EU? Posso? Ela disse sim... meu espanto era porque meu advogado já tinha feito todas as instruções para sair da maternidade coma a mãe, levá-la para registrar o bebê... etc.
    Eu mesma fui atpe o cartório, registrei, levei para a bio assinar. Depois fui até o conselho, falei com as conselheiras que agendaram uma audiência para mim com a juíza para o outro dia pela manhã. tudo feito pelo telefone... parecia mentira... a conselheira ligou direto para juiza e marcou... fácil!!! Ela me instruiu como devia falar com a juíza, disse para contar uma história triste, para falar que já conhecia a mãe... etc... Deram a maior força, mas foram falar com a bio para se certificar de sua determinação´após o parto.
    Não dormi aquela noite... ensaiei minha história...
    No outro dia, lá vamos nós... eu e a Mara ... Chegamos no fórum e logo fomos encaminhadas para a sala da juíza. Era uma mulher linda, toda maquiada, muito bem vestida... e ela disse para que minha amiga não entrasse. Meu coração parou. A conselheira disse que ela era muito brava.
    Quando comecei contar minha história, ela disse: pode parar. Gelei... Ela continuou: pode parar... eu sei que você já ama essa criança.. e daí em diante me contou que tinha como missão ajudar crianças... Mais um anjo em nossas vidas... Nesse momento eu chorei... tudo estava correndo tão bem... Ela orientou os procedimentos legais que deviam ser feitos. Ao final daquele mesmo dia eu estava com a Guarda Provisória de meu filho amado. O papai viria nos buscar... no outro dia.
    Passei a noite no hospital, cuidei dele à noite toda... a bio contou a todos que ele seria adotado por nós. O médico a orientou a não amamentar, para dar só o colostro. O Pai bio apareceu por lá, falei com ele... que medo... uma criança de 16 anos. Ele também estava de acordo.
    A pediatra me ensinou a trocar, a enfermeira a dar banho... que delícia.
    O papai chegou logo de manhãzinha. Como estava feliz, naõ cabia em si de contentamento. Mas que vontade de sair dali com nosso filhinho no colo... o mais rápido possível... parecia que a qualquer momento algo poderia dar errado.


    Deixamos a bio em casa, ela não se despediu... a avó materna, doente, não foi ao hospital, pediu para ver o bebê em sua casa... levamos, tiramos fotos...
    Sair dali foi meu maior alívio, mas nos sentimos na obrigação de passar... se algo tivesse que dar errado não estava em nossas mãos... já estavamos vivendo um momento muito especial de viver a confiança em Deus, seu projeto estava se realizando em nossas vidas, não dependia mais de nós, nunca dependeu... mas só agora entendíamos isso com clareza.
    Ápós um descanso... viajamos a tarde toda... em nossa cidade minha família e amigos esperavam, esperavam... a casa estava toda cheia de cartazes, bechigas... havia bolo, salgadinhos..., enfim: uma festa!!!!!


    " Obrigada meu Deus pelo presente maravilhoso, dai-me sabedoria e amor para educar e cuidar de tão rara jóia. Obrigada pela família e amigos que me deste... que sempre rezaram e rezam por nós"



    11:33 PM |

    24.5.06
    ~ Nossa história- parte III ~


    OI MEUS AMIGOS QUERIDOS !!!!!!!!
    Graças a Deus o Octávio melhorou do resfriado, amanhã vai ao pediatra.
    Hoje ele faz 4 meses. " Obrigada meu Deus por me conceder tão belo presente".
    Octávio: nós te amamos muiiiiiitooooo!!!!!


    Continuando nossa história: parte III

    Meu coração sangrava com o desfecho da chegada da Heloísa!!! Mas, tudo tem sua hora e vez de acordo com os Planos d Deus!!! As mamães que esperam a chegada de seus filhinhos: não se desesperem, Deus sabe o que é melhor para nós, como e quando. Tenham fé. Seus anjos estão ao nosso redor para nos ajudar.
    Anjos... não são só aqueles gorduchinhos de asinhas que sempre vemos retratados, são também aquelas pessoas que nos amparam nos momentos que precisamos, sem pedir nada em troca, só por amor.
    Em minha vida tive, tenho e espero sempre ter muitos anjos. Minha família querida, amigos... todos sempre prontos a ajudar.
    Vários desses anjos estavam me ajudando a encontrar meu filho querido que hoje completa 4 meses.
    Um desses anjos é a vovó Neuza, uma ex-vizinha, que faz aniversário no mesmo dia que eu e que é uma grande amiga. Ela e família têm uma fazenda em Goiás e espalhou a notícia de que estávamos na fila de adoção.
    Uma funcionária da fazenda, a Vanilda ficou sabendo de uma moça que doaria o filho, ligou para a Neuza bem no dia em que tínhamos ido buscar a Heloísa e a Neuza dispensou.
    Imaginem só... sem Heloísa, ... outro bebê dispensado, O Léo filhão da Maga... não era para eu ser mãe... era o que eu pensava. Por que meu Deus me punia? Por que e mais por que???
    Um outro anjo, a Mara, vendo a aflição e se sentindo culpada ( imagina... ela achava que ela era a culpada... porque ela tinha intermediado nosso contato com a mãe da Heloísa... ela também não imaginava os planos de Deus) me convidou juntamente com a Neuza para ir para a fazenda passar alguns dias...
    Lá fiquei sabendo que a moça que ia doar o bebê não tinha dado à luz e acabamos indo visitá-la, ela era conhecida da mãe da Vanilda. A moça nos contou sua história, eu contei a minha e falou sobre a decisão da doação. Disse que já havia se comprometido com uma outra pessoa...
    Bom... disse que o bebê era para qualquer momento, mas que não estava gostando do tratamento que estava tendo e que queria fazer laqueadura. Eu a levei até o médico, ela fez ultra-sonografia, marcou o parto... viemos embora e eu deixei meu número de celular com ela. Não tínhamos muita esperança de que iria dar certo... tinha a outra mulher... ela podia mudar de idéia...
    Passei o findi na fazenda, na segunda à tarde: o telefone toca. Era a moça. O bebê ia nascer.
    Fiquei em pânico... a pouco mais de uma semana eu havia passado por uma decepção. Falei sobre isso com a mãe bio e ela me passou o número do conselho tutelar. Falei com a responsável e ela me confirmou a decisão da mãe, mas não me garantiu que o promotor me daria a guarda. Então disse a mãe que não iria assumir aquela situação. Ela ligou novamente e disse que havia falado com a juíza da cidade e que ela havia garantido que me daria a guarda. Falei com meu marido, meus pais e irmãs e viajamos de madrugadinha. Fomos eu, a vovó Neuza, a Madrinha Mara, o filhinho dela Gabriel e o Eduardo.
    No dia 21/01/06 chegamos a cidade por volta das 1100h e por volta das 11:30 nasceu o lindo Octávio.



    3:07 PM |

    22.5.06
    ~ ~


    Oi, amigos!!!!!!!!!
    Hoje fiquei preocupada com o lindinho. Ele teve febre. Um resfriado. Como doeu vê-lo sofrendo com aquela carinha ... Ainda bem que passou e não voltou até agora. OH Senhor, permita que ele tenha uma boa noite e guie sempre os médicos para que possam usar seu saber com amor. Proteja não só o Octávio, mas todas as crianças, principalmente aquelas que com esse tempo não tem agasalhos, remédios, boa alimentação... dê boa vontade aos homens Senhor para que possam cuidar de seus pequeninos. Amém.

    Continuando nossa história.... Bom, às vezes queremos tanto uma coisa que não percebemos o que estamos fazendo e precisamos de ajuda. Eu queria tanto um filho, que na ânsia estava acompanhando duas bios. Graças a Deus que não nos desamparara nunca, uma amiga que acompanhava uma das bios entrou em contato com um grupo de pessoas maravilhosas: Planos de Deus.
    Lá contou sobre o caso, que eu acompanha duas mães, futuras doadoras e também me colocou no grupo. Foi muito bom, porque recebi ajuda de pessoas que viviam a espera como eu, conselhos de pessoas que já estavam com seus filhotes, colinho e o melhor: orientação. Obrigada a todas, vocês foram essenciais naqueles momentos de angústia, medo... e demais sentimentos conflituosos pelos quais passava.
    Após muita troca de informações e sentimentos, eu e meu marido decidimos que ficaríamos com o bebê que nascesse primeiro e pelas contas das bios, seria a Heloísa. Ela nasceria na primeira quinzena de dezembro. O outro bebê, um menino, nasceria no começo de fevereiro.
    ?Nossos planos? estavam traçados, compramos um pequeno enxoval, móveis, contei aos amigos... Mas somos muito bobos, não somos nós que decidimos e sim Deus. Aqueles eram nossos planos, mas e os Dele?
    A bio da Heloísa não queria nenhum tipo de ajuda, disse que teria a filha pelo SUS, porque tinha medo que o conselho tutelar lhe tomasse a criança e a levasse para um orfanato e ela ficasse com uma família que ela não conhecia. Disse que não poderia de maneira alguma ficar com a criança, mas que por amor, queria ter certeza que a filha estaria bem com quem ela escolhesse. Confesso que fiquei emocionada e disse a ela que tamanho amor era muito bonito, que ela lutasse para ficar com a filha... ela receberia ajuda... mas ela disse que não tinha como.
    A bio da outra criança, que tínhamos pensado em chamar de Victor, tinha sumido depois de ganhar ajuda. Pensamos que ela havia desistido.
    Dezembro passou e nada da Heloísa nascer... Ficou para começo de janeiro.
    Primeiros dias de janeiro.. telefone toca de madrugada... a bio que esperava o menino tinha sido hospitalizada... o bb nasceria prematuro.
    Entrei em pânico, o que faria?
    Novamente o grupo Planos de Deus foi essencial. Recebi orientações que não eram conselhos, eram pessoas que com amor ouviam minhas aflições e tentavam me mostrar caminhos...
    Durante esse período de espera, as moderadoras do grupo já haviam recebido pedidos de algumas futuras mamães para ficar com uma das crianças. Falava com todas, mas uma em especial parecia ser mais persistente. A Maga falava com muita convicção, dizia estar pronta para sair a qualquer momento, que sentia que seu filho estava chegando... parecia aquelas cc dizendo...AH mãe..., mas mãe.... Tudo que eu dizia para ela tinha resposta: tem outras pessoas que já esperavam um dos bbs antes de você. Maga: - não tem problema, quem sabe ela desiste?
    Bem.... quando nasceu o lindo bebê da bio que esperava a cc para início de fevereiro... não sabia o que fazer... afinal achamos que a Heloísa nasceria primeiro. Era um sinal de Deus? O que fazer? Depois de muita conversa com os anjos Bel, Patty... fui recepcionar o bebê que havia nascido, E se eu me apaixonasse por ele? A Bel disse: Se isso acontecer ele é teu filho, não tenha medo. O que não pode acontecer é que ela abandone essa cc no hospital.
    Lá fui eu, coração na mão... era um lindo menino. Mas não era meu filho. Era de fato o filho da Maga, Deus já tinha planejado essa maravilha. Beijo Maga, Deus abençoe sua família.
    No dia 11/01/06, nasceu a Heloísa. Linda de viver. Pelo vidro do berçário fiquei paquerando aquele serzinho... Mas como somos bobos... eu achei que tinha dois bebês para escolher um... quem somos nós diante da grandeza de Deus?
    A Heloísa ficou com a mãe. Oh!!! meu Deus, tu que sabes o que fazes, tenha sempre suas mãos sobre essa criança, abençoando seus dias e também toda sua família.

    Já imaginam como eu fiquei????!!!!!!!!!!!!


    11:56 PM |

    ~ Algumas fotos da semana ~

    LINDO!!!


    Que fofo!!!!!!
    Aqui está uma temperatura amena, mas à noite já se faz necessário agasalhar o pequerrucho!!!


    12:06 AM |

    21.5.06
    ~ Nossa história- parte II ~


    Ufa!!!! Enfim consegui um tempinho para postar!!!
    Primeiro quero agradecer os recadinhos, adoramos!!!!
    O Octávio está super gostoso!!! Agora quer conversar e está até gritando!!!
    Tivemos uma semana cheia de compromissos: aniversários, casamento... e o pequeno curtindo tudo.
    No níver, adorou os dengos dos priminhos queridos: Fábio, Gabriel e Marcela. No casamento conheceu vários parentes novos ...
    Olhem como está um gatinho...


    Bom, continuando nossa história.

    Como disse, eu e o Mau passamos por vários tratamentos ao longo desses 15 anos de tratamento e sem que percebêssemos estávamos sendo preparados para sermos pais do coração.
    Digo isso, porque até então eu queria fazer tratamentos e não pensava em adoção. Uma amiga chegou a arrumar para nós uma crinança, depois a mãe mudou de idéia, mas eu não senti que estava preparada, acho que até agradeci por não ter dado certo.
    Em 2004 passamos por dias doloridos de espera e decepção, então, incentivados por muitos e por uma amiga querida em especial, beijos Ivone, resolvemos dar entrada nos papéis de adoção.
    Logo no início de 2005 começamos a providenciar a documentação. Passamos pelas entrevistas e ficamos aguardando sair a habilitação.
    Em julho, um susto: uma conhecida liga pedindo que eu vá falar com ela com urgência. Estava com uma linda menina de 1 ano e quatro meses e perguntou se não queríamos adotá-la. Meu coração pulou... e aceitei, fomos atrás da mãe. Infelizmente houve um mal entendido, a mãe não estava doando a criança. Mas serviu muito esse episódio para nós: não exitamos, não tivemos medo. Estávamos pronto para amar e acolher o nosso filho ou filha. E uma novidade, não precisava ser recem -nascida. Fomos até o Fórum e ampliamos nosso perfil no item idade, no resto já não tínhamos restrições.
    Em setembro saiu nossa habilitação e junto veio uma boa notícia: uma amiga tinha uma prima que teria um bebê e que talvez não ficaria com ele.
    Essa amiga acompanhou o caso para nós, beijos Amanda, como você foi e é especial em nossas vidas.
    Mas nada parecia dar certo... a moça sempre nos pedia dinheiro, a advogada falava para não dar... ,mas eu ficava pensando no fato de ela estar precisando... ou me explorando... estava sendo confuso, quando uma outra amiga querida nos telefona e diz que a filha de sua ajudante vai dar o bebê. E agora, eram duas crianças, o que fazer?



    10:59 PM |

    16.5.06
    ~ Um pouquinho de nossa história ~


    A espera por nosso filho mudou muitas coisas dentro de nossos corações. Foram tantas as expectativas, quantas vezes ficamos imaginando como seria seu rostinho, seu jeitinho... Tratamentos e mais tratamentos....O tempo passando e nem percebíamos o quanto essa espera nos fazia crescer, o quanto nos preparava para a maternidade e a paternidade. Sem pedir licença, a presença do nosso filho se infiltrando aos pouquinhos, em pequenos detalhes... e um belo dia, algo lindo aconteceu... Nosso filho chegou. Mas não pelos tratamentos que fizemos... chegou de uma forma especial, chegou de uma outra barriga.
    <>Filho querido, nós o amamos tanto, não sabemos como vivemos até hoje sem você. Papai e mamãe


    6:48 PM |

    ~ " E tudo quanto pedirdes em oração, crendo, recebereis" (Mt 21,22) ~


    Ainda estamos sem palavras... só alegria.. Que Deus o proteja nosso filho amado. Papai, mamãe e toda a nossa família ama demais você.. você é o nosso anjo de luz, obrigado por existir em nossas vidas. Você é nosso presente de Deus.


    5:39 PM |

    ~ Queridos Amigos ~

    Pequenos e grandes milagres acontecem freqüentemente em nossa vida. Prestar atenção nas delicadezas de Deus para conosco, nos une ainda mais a Ele; partilhá-las edifica uns aos outros.


    5:37 PM |

    11.5.06
    ~ Filho Querido ~


    À você filho querido, alegria dos meus dias, razão de minha vida... peço a Deus proteção e agradeço a esse mesmo Deus que é nosso Pai, por ter me confiado a mais doce e sublime missão... a de ser mãe.!!!!!


    10:45 PM |

    Layout Exclusivo Desenvolvido Pela Fábrica de Layouts Proibida a cópia parcial ou total.